Blog

Substituto do sal ajuda a combater doenças cardiovasculares 

By 8 de setembro de 2021 setembro 14th, 2021 No Comments

Você sabe qual a recomendação de consumo de sal por dia? A Organização Mundial da Saúde (OMS) indica 5 gramas por dia – entretanto, os brasileiros consomem quase o dobro: 9,34 gramas diários. Utilizar um substituto do sal comum pode ser uma boa opção para a saúde!

 

O consumo excessivo de sal pode acarretar diversas doenças cardiovasculares e o risco é ainda maior para hipertensos. Essas consequências graves e até eventos de mortes podem ser diminuídos com uma simples mudança, descoberta em um recente estudo apresentado na Sociedade Europeia de Cardiologia, em Paris.

A opção apresentada no estudo é um substituto do sal com menos cloreto de sódio (75%) e adição de cloreto de potássio (25%). Os resultados da pesquisa, que acompanhou os pacientes por cinco anos com a substituição do sal comum, mostraram uma redução de 14% nos casos de AVC, de 13% de eventos cardiovasculares maiores e de 12% de morte. Todos os pacientes eram hipertensos ou tinham histórico de AVC. 

Importante destacar que a publicação científica apontou que o uso do substituto de sal foi feito pelos participantes de maneira moderada, e não com excesso por ter menor quantidade de cloreto de sódio. 

Acompanhe sua saúde 

Apesar de hipertensão ser uma doença crônica que não tem cura, o paciente só não pode como DEVE ter uma vida normal. 

A recomendação é de que seja feito um acompanhamento médico regular. Só um profissional poderá indicar o tratamento e os medicamentos corretos, se necessário. 

Além disso, uma alimentação balanceada é fundamental; por isso, fuja dos itens processados e cheios de gordura e aposte na diminuição do sal. 

Você pode até escolher um saleiro diferente para compor a decoração da cozinha, mas a ideia é que com mudanças de hábitos ele esteja no ambiente cada dia menos para uso e mais como um enfeite. Isso também significa a descoberta de novos sabores.  

Outro ponto importante é que o peso saudável é um dos principais fatores para evitar a hipertensão, por isso a alimentação é tão importante. 

Pessoas sedentárias, acima do peso, com dietas ricas em gorduras ou processados ou com histórico familiar têm um risco ainda maior de desenvolver pressão alta; neste caso, o recomendado é que o acompanhamento médico seja feito regularmente e que a mudança de hábitos seja uma meta. 

Mas lembre-se: qualquer pessoa pode ser hipertensa, independente da idade, sexo, classe social ou etnia, por isso mesmo pessoas sem qualquer fator de risco precisam medir a pressão pelo menos uma vez a cada seis meses.

Por fim, anote o checklist e tenha certeza de uma vida mais saudável.

  • Cuidado com abusos na sua alimentação com alimentos cheios de gorduras e processados; 

  • Pratique atividades físicas regularmente; 

  • Faça um acompanhamento médico regular; 

  • A hipertensão é uma doença assintomática – medir a pressão é muito importante. 

 

Decio Mion

About Decio Mion