Blog

Quais são as consequências da hipertensão a nossos órgãos?

By 18 de junho de 2020 No Comments

Você já ouviu falar sobre as consequências da hipertensão nos nossos vasos? Sempre falamos dos órgãos mais importantes, como cérebro, coração e rins, mas a hipertensão acomete todos os vasos do corpo.

 

A hipertensão causa o aumento da força do fluxo de sangue na parede dos vasos que é muito delicada e, com esta força aumentada, é lesada e os vasos ficam com a parede endurecida. Estas lesões tem duas consequências importantes: o vaso lesado pode entupir ou romper.

 

Quando o vaso entope, impede a chegada de sangue nos vasos mais finos e o tecido irrigado por estes vasos vai sofrer falta de oxigênio ou hipóxia. Quando isto ocorre no coração, é o infarto. Nesta situação, um vaso do coração, a chamada artéria coronária, entope e ocorre a morte de tecido cardíaco. Se a mesma lesão ocorrer num vaso que irriga o cérebro, por exemplo, pode ocorrer um derrame, ou acidente vascular cerebral isquêmico.

 

Quando o vaso se rompe ocorre um vazamento de sangue com compressão das estruturas vizinhas ao rompimento. Quando isto ocorre no cérebro é o derrame ou acidente vascular hemorrágico.

 

consequências da hiptertensãoCoração musculoso não é bom!

 

O coração é um órgão particularmente suscetível quando falamos de hipertensão, porque o aumento da pressão faz com que ele tenha que bombear sangue com muito mais força. Como ele é um músculo, ao fazer mais força ele aumenta de tamanho, como o bíceps de um halterofilista.

 

Esse aumento dificulta o trabalho do coração e compromete a chegada de oxigênio e nutrientes para os tecidos. Os rins, cuja função é filtrar o sangue que passa por ele, também sofre com o aumento da pressão podendo piorar a sua função de filtração.

 

Prejuízos ao rim e retina

 

E, para que o sangue seja filtrado, ele atravessa poros microscópicos. A hipertensão aumenta a pressão de filtração e lesa os poros. Com isso, proteínas como a albumina, que normalmente ficariam no sangue, perdem-se na urina. Se não houver tratamento, esta perda de proteínas leva a uma piora gradual do funcionamento do rim e à insuficiência renal.

 

Já na retina, a hipertensão dificilmente causa perda de visão, como faz o diabetes. Utiliza-se o exame de fundo de olho, pois ele permite o exame direto dos vasos, que aparecem estreitados. Se houver este tipo de alteração, infere-se que outros vasos do corpo também devem estar lesados, e o tratamento da pressão deve ser mais agressivo.

 

Não é “só” pressão alta

 

Como você vê, quando nossa pressão é alterada, é um sinal de alerta para todo o organismo: uma hipertensão deixada de lado pode ser irreversível para a saúde. As consequências da hipertensão podem ser graves.

 

Volto a bater nas velhas teclas: boa alimentação, pouco sal, exercícios físicos regulares, sono de qualidade, nada de cigarro e bebida alcoólica de forma muito moderada. Visite seu médico regularmente para medir a pressão. Não espere sentir algum sintoma porque a pressão alta não dá sintomas. Por isso é chamada de assassina silenciosa. E, uma vez iniciado um tratamento, nunca o abandone sem consultá-lo novamente!

Decio Mion

About Decio Mion