Blog

Medicamentos para hipertensão estão associados a menor mortalidade em pacientes com Covid-19 hospitalizados

By 20 de abril de 2021 No Comments

Um estudo evidenciou que o uso de bloqueadores do receptor de angiotensina (BRAs) e inibidores da enzima de conversão da angiotensina (IECAs) estão associados a menor mortalidade em pacientes com Covid-19 hospitalizados, após o controle de potenciais fatores de confusão.

 

Tais dados são importantes para os hipertensos, pois muitas pessoas ainda acham que tomar os remédios para a hipertensão pode piorar o quadro de Covid, enquanto a realidade é oposta. É preciso se lembrar de que, com a pressão arterial controlada, o paciente leva uma vida normal.

 

Como o estudo foi feito

 

menor mortalidade em pacientes com Covid-19Os pesquisadores usaram dados do PubMed, MEDLINE e outros estudos de coorte e metanálise relatando mortalidade com tratamento pré-existente com inibidor de BRA e IECA, em pacientes com Covid-19 hospitalizados.

 

Diversos fatores, como idade, sexo e prevalência de doenças cardiovasculares, hipertensão, diabetes mellitus e doença renal crônica entre usuários e não usuários de BRAs / IECAs foram levados em consideração.

 

Foram analisados 30 estudos com 17.281 pacientes, sendo que 22%, 68%, 25% e 11% tinham doença cardiovascular, hipertensão, diabetes mellitus e doença renal crônica, respectivamente.

 

Por fim, o uso de BRAs e IECAs foi associado à diminuição da mortalidade em coortes de pacientes com Covid-19 após ajuste para idade, sexo e as quatro condições citadas.

 

Não pare o tratamento

 

Isso prova que o tratamento não deve ser interrompido em nenhuma hipótese. A hipertensão precisa ser tratada constantemente e é para a vida inteira – ou seja, ela não tem cura. Portanto, você deve seguir as orientações do seu médico, tomar seus medicamentos e manter hábitos de vida saudáveis, focando nas atividades físicas e boa alimentação. E lembre-se: evite o tabaco e não exagere no consumo de bebidas alcoólicas.

Decio Mion

About Decio Mion