Monthly Archives: novembro 2015

P-603

By | Respondidas | No Comments

Pergunta:tenho prolapso mitral tem 48 anos meu medico me passou femproporex, mais estou com medo de tomar pois tenho muita taquicardia gostaria da sua opiniao obrigada
Autor:cida
Data:10/12/2010 – 13:25


Respostas

Autor: Katia Coelho Ortega
Data: 19/2/2011 – 16:52
Resposta: Prezada Cida O femproporex é um anorexígeno, com utilização no auxílio ao combate da obesidade, da classe das anfetaminas, que atua diminuindo o apetite. Femproporex, que é utilizado em vários fórmulas para emagrecer, age no sistema nervoso central inibindo o centro da fome hipotalâmico. Femproporex é contra-indicado para quem tem distúrbios cardíacos. Assim, sugerimos que antes de fazer uso deste medicamento, você faça uma avaliação com um cardiologista e após iniciar seu uso, devido aos possíveis efeitos colaterais, é necessário tenha supervisão médica contínua. Atenciosamente, Dra. Katia Coelho Ortega e Dr. Giovanio Vieira da Silva Supervisão: Prof. Dr. Décio Mion Jr.

P-602

By | Respondidas | No Comments

Pergunta: Gostaria de saber o que pode fazer com que uma pessoa normotensa , tenha episódios de crise hipertensiva, dentro de um curto espaço de tempo. No caso, a pessoa está normal num determinado momento, com a pressão 120 x 80 , e de repente a mesma começa a ficar ansiosa e sua pressão começa a oscilar e atingir valores próximos de 220 x 80, volta a normalizar dentro de poucos minutos e novamente a torna a subir. Obrigado!
Autor:Marcos
Data:10/12/2010 – 22:31


Respostas

Autor: Katia Coelho Ortega
Data: 19/2/2011 – 16:56
Resposta: Prezado Marcos Situações de ansiedade aguda como nos episódios de síndrome do pânico podem causar elevações momentâneas da pressão arterial. Porem, se as medidas de pressão arterial estiverem persistentemente acima dos 140/90 mmHg (“14 por 9”) significa que a sua pressão não está adequadamente controlada e o tratamento adequado precisa ser revisto. Atenciosamente, Dra. Katia Coelho Ortega e Dr. Giovanio Vieira da Silva. Supervisão: Prof. Dr. Décio Mion Jr.

P-601

By | Respondidas | No Comments

Pergunta:Gostaria de saber se algum problema de coluna pode ocasionar a pressão alta.
Autor:Valeria
Data:13/12/2010 – 19:36


Respostas

Autor: Katia Coelho Ortega
Data: 19/2/2011 – 16:59
Resposta: Prezada Valeria Não há correlação entre problemas na coluna e hipertensão. Mas, a dor provocada pelo problema ou os medicamentos usados para o tratamento podem elevar a pressão arterial. Atenciosamente, Dra. Katia Coelho Ortega e Dr. Giovanio Vieira da Silva Supervisão: Prof. Dr. Décio Mion Jr.

P-600

By | Respondidas | No Comments

Pergunta:FIZ EXAMES DO CORAÇÃO, HOLTER E ECODOPLER. NO ECODOPLER O RESULTADO FOI PROLÁPSO DE VALVA MITRAL (REGURGITAÇÃO MITRAL LEVE ). NO HOLTER : RITMO SINUSAL, ARRITMIA SUPRAVENTRICULAR EXTRA-SITÓLICA DE RARA INCIDENCIA NA FORMA ISOLADA E EM PAR. FORAM OBSERVADOS APENAS 11 ECTÓPICOS SUPRAVENTRICULARES SENDO 9 EXTRA-SISTÓLES SUPRAVENTRICULARES ISOLADAS E 1 EM PAR. AUTERAÇÕES DO SEGMENTO ST-T. O QUE SIGNIFICA TUDO ISSO ?
Autor:CLAUDIA MARIA VERISSIMO LAGE
Data:14/12/2010 – 15:12


Respostas

Autor: Katia Coelho Ortega
Data: 19/2/2011 – 17:8
Resposta: Prezada Claudia Extra-sístoles são um tipo de arritmia cardíaca em que ocorre um estímulo para um novo batimento cardíaco de forma prematura, ou seja, antes do tempo certo. Em geral estas arritmias são pouco sintomáticas e não trazem maiores riscos para a saúde, não necessitando portanto de tratamento. Em relação ao prolapso, a valvula mitral é uma estrutura constituída de três folhetos móveis, responsável pela separação de duas câmaras do coração: o átrio esquerdo (AE) e o ventrículo esquerdo(VE). O sangue vindo dos pulmões vai atingir o átrio esquerdo e passando pela válvula mitral (VM) aberta ele chega ao ventrículo esquerdo. Quando o VE se encontra cheio de sangue ele se contrai direcionando todo o sangue para a aorta (um grande vaso) que então distribuirá o mesmo para outros vasos. Nesse momento de contração ventricular esquerda, a válvula mitral se fecha pois ela possui “pequenas cordas” presas em sua face ventricular que não permitem sua abertura dentro do AE. Assim, a VM impede o retorno do sangue ao AE. O prolapso da valvula mitral é uma anormalidade que possibilita a protrusão de uma das partes dessa válvula para o AE durante a contração ventricular podendo permitir então a passagem de alguma quantidade de sangue para o AE. A maioria dos pacientes são assintomáticos ou seja, não têm qualquer sintoma, tendo sido diagnosticados através de um exame médico de rotina ou pelo ecocardiograma realizado por outros motivos quaisquer. Na maioria das pessoas, o índice de complicações é de 2% ao ano, ou seja, duas pessoas em cada cem com esse problema vão apresentar alguma alteração mais séria. A expectativa de vida de homens e mulheres com esse distúrbio é similar à das pessoas sem o mesmo. Dentre as complicações possíveis estão o aumento do AE que pode levar a arritmias diversas e a longo prazo, à insuficiência cardíaca. Atenciosamente, Dra. Katia Coelho Ortega e Dr. Giovanio Vieira da Silva Supervisão: Prof. Dr. Décio Mion Jr.

P-599

By | Respondidas | No Comments

Pergunta:Bom dia. Recentemente precisei trocar de cardiologista, pois me mudei de cidade. O novo médico alterou a medicação que eu tomava. antes, tomava diovan 320+ diltiazem de 60 + hidrion. Atualmente tomo Enalapril 20 +diltiazem 60 duas vezez por dia e Hctz 50 de manhã. Gostaria de saber se o enalapril possui a mesma confiabilidade do Diovan e se o mesmo é capaz de manter a PA controlada. Agradeço a atenção
Autor:Carlos
Data:14/12/2010 – 16:4


Respostas

Autor: Katia Coelho Ortega
Data: 19/2/2011 – 17:55
Resposta: Prezado Carlos O maleato de enalapril, antihipertensivo da classe dos inibidores da enzima de conversão da angiotensina, tem eficácia comprovada cientificamente para o tratamento da hipertensão arterial. Atenciosamente, Dra. Katia Coelho Ortega e Dr. Giovanio Vieira da Silva Supervisão: Prof. Dr. Décio Mion Jr.

 

P-598

By | Respondidas | No Comments

Pergunta:Bom dia. Tenho reparado, após algum tempo de tratamento que minha PA tem variado bastante na Sistólica (180 -150 – 140 – 120 – 110) mas a distólica tem permanecido mais controlada (70 – 80). Já ouvi falar que essa variação da PA sistólica se dá mais por estresse do que por ajuste de medicamento ou outra causa, uma vez que todos os exames renais e cardíacos estão OK. Pergunto se isso é possível ou se neste caso cabe ainda um melhor ajuste de remédio. só para melhor informar estou acima do peso, não fumo e pouco bebo.
Autor:Carlos
Data:14/12/2010 – 16:33


Respostas

Autor: Katia Coelho Ortega
Data: 19/2/2011 – 17:58
Resposta: Prezado Carlos Há necessidade de reajuste de seus medicamentos antihipertensivos para o controle adequado da sua pressão arterial sistólica. Sugerimos que você converse com seu médico. Atenciosamente Dra. Katia Coelho Ortega e Dr. Giovanio Vieira da Silva Supervisão: Prof. Dr. Décio Mion Jr.

P-597

By | Respondidas | No Comments

Pergunta:Olá, meu marido tem 42 anos e vem sentindo com frequencia quentura na cabeça e também um nó na garganta. Ele não é hipertenso e faz exame de sangue e não dá nada, tudo normal. Gostaria de saber o que eu faço. Qual especialista devemos procurar? Obrigado desde já.
Autor:Adriana
Data:16/12/2010 – 16:12


Respostas

Autor: Katia Coelho Ortega
Data: 19/2/2011 – 18:3
Resposta: Prezada Adriana Uma vez que os exames são normais e seu marido não é hipertenso, os sintomas podem ser indícios de ser indícios de alguma doença psiquiátrica. Sugerimos uma consulta com um médico psiquiatra. Atenciosamente, Dra. Katia Coelho Ortega e Dr. Giovanio Vieira da Silva. Supervisão: Prof. Dr. Décio Mion Jr.

P-596

By | Respondidas | No Comments

Pergunta:Tenho hipertensão secundária por causa do hipertireoidismo, no meu caso, controlando a tireoide posso ficar curada da hipertensão?
Autor:Maria Dalva Pedruzzi
Data:18/12/2010 – 13:52


Respostas

Autor: Katia Coelho Ortega
Data: 19/2/2011 – 18:6
Resposta: Prezada Maria O hipertireoidismo é causa de hipertensão secundária. Com a cura do hipertireoidismo, há grande chance da pressão arterial permenecer controlada ou da diminuição do número de medicamentos antihipertensivos que você usa. Atenciosamente, Dra. Katia Coelho Ortega e Dr. Giovanio Vieira da Silva Supervisão: Prof. Dr. Décio Mion Jr.

P-595

By | Respondidas | No Comments

Pergunta:hipertireoidismo causa hipertensão, e nete caso tem cura?
Autor:Maria Dalva Pedruzzi
Data:18/12/2010 – 14:2


Respostas

Autor: Katia Coelho Ortega
Data: 19/2/2011 – 18:6
Resposta: Prezada Maria O hipertireoidismo é causa de hipertensão secundária. Com a cura do hipertireoidismo, há grande chance da pressão arterial permenecer controlada ou da diminuição do número de medicamentos antihipertensivos que você usa. Atenciosamente, Dra. Katia Coelho Ortega e Dr. Giovanio Vieira da Silva Supervisão: Prof. Dr. Décio Mion Jr.

P-594

By | Respondidas | No Comments

Pergunta:Tenho 24 anos tive pre eclampsia na gravidez com 6 meses de gestação bebe veio a falecer, minha pressão mesmo com diversos remedios internada não abaixou, minha ansiedade ficou crônica virou uma depressão hoje tomo anti depressivo meus remédios funcionam não preciso correr para o pronto socorro , tomo de manha captopril , a tarde atenelol, a noite captopril, nunca fui hipertensa hoje minha pressão é 12×8 13×8 antes estava 17×11 18×10 não era menos que isso, na minha primeira gravidez nada ocorreu serei hipertensa para o resto da vida porque ocorreu isso nesta gravidezmesmo com tantos cuidados, grata
Autor:Amanda Ramos Savani
Data:19/12/2010 – 13:7


Respostas

Autor: Katia Coelho Ortega
Data: 26/2/2011 – 13:5
Resposta: Prezada Amanda A eclâmpsia e a pré-eclâmpsia são complicações graves, associadas ao descontrole da pressão arterial, que podem surgir na fase final da gestação. Existem 4 tipos de hipertensão que podem ocorrer durante a gravidez (chamamos de hipertensão quando há pressões arteriais maiores que 140/90 mmHg. 1- Hipertensão crônica – É aquela que já existia antes da gravidez e continuará existindo durante e depois. 2- Hipertensão gestacional – É a hipertensão que aparece depois da 20ª semana de gestação em mulheres que nunca tiveram pressão arterial alta. 3- Pré-eclâmpsia é o surgimento de pressão arterial alta após a 20ª semana de gravidez associado a perda de proteínas na urina, chamada de proteinúria. A pré-eclâmpsia cura-se após o parto. 4- Pré-eclâmpsia superposta a hipertensão crônica é a pré-eclâmpsia que ocorre em mulheres previamente hipertensas. A pré-eclâmpsia parece ocorrer devido a problemas no desenvolvimento dos vasos da placenta no início da gravidez durante a implantação da mesma no útero. Conforme a gravidez se desenvolve e a placenta cresce, a falta de uma vascularização perfeita leva a uma baixa perfusão de sangue, podendo causar uma isquemia placentária. A placenta em sofrimento por falta de circulação adequada produz uma série de substância que ao caírem na circulação sanguínea materna causa descontrole da pressão arterial e lesão nos rins. Atenciosamente, Dra. Katia Coelho Ortega e Dr. Giovanio Viiera da Silva Supervisão: Prof. Dr. Décio Mion Jr.